Pages

Tuesday, October 7, 2014

Como você se sente? Um ser livre ou preso?

Todos os dias me deparo com dúvidas.
Quero ser eu mesma. Quero sentir minhas emoções e sentimentos. Quero saber o que é minha essência e o que meu ser me diz.
Então começam os questionamentos sobre não ser como os outros. Em como ser autêntica em um mundo onde todos te julgam de todas as formas.
Se alguém se veste diferente, dá risada mais alto, pensa com a própria mente já é considerado um “anormal”.
Bom, então o que é ser “normal”?
Ser igual à grande maioria? Não saber sua essência e o que o seu interior quer e diz para você?
O preconceito, o julgamento, a manipulação são constantes todos os dias.
Julgamentos e críticas doem. E muitas pessoas não percebem que estão fazendo isso. Nem que estão nesta sintonia negativa. Quanto mais se critica e julga, mais o ego está falando.
E a alma fica de lado.
O caminho é seu. É único.


Pare e veja como sua vida está. Quem está ao seu redor. O que te falam. Como te analisam. Como querem que você seja.
E então? Como você se sente? Acomodado na situação por achar que é satisfatório os julgamentos para que você seja reconhecido e aceito em um grupo ou sociedade? Ou você prefere se sentir livre, livre mesmo, e batalhar todos os dias para mostrar para você mesmo quem você é, sem precisar de aprovação dos outros?


Pode ser que você se identifique com algumas filosofias, culturas, frases, emoções do mundo.
É o que acontece comigo. Sinto o que é importante e significativo para mim, para a minha caminhada e para meu Ser Superior. Vou sentindo o que realmente importa para meu ser. O que tem significado lá no fundo do coração.
Nada é mais importante do que o seu coração. Do que sua voz interna.


É esta voz que se comunica com você. Não sua mente, mas seus sentimentos. Sua intuição. As emoções e sentimentos positivos e negativos dos lugares, ambientes, pessoas, coletividade.
É a pura energia dentro de você.
Siga sempre seu caminho. Mesmo que isso seja difícil em um mundo manipulador, cheio de regras, de preceitos, de certezas incertas.
O caminho é seu. Suas crenças, certezas, acertos, erros, limites, medos, verdades, sentimentos, alegrias são somente seus.
Nunca deixe de ter respeito, educação, consideração, amor, solidariedade por você mesmo e pelos outros.
O resto somente diz respeito ao seu caminhar. À sua missão. Ninguém tem o direito de dizer o que você deve fazer, pensar, sentir. Somente você mesmo.



Saturday, May 24, 2014

Como você vê sua vida?

A sua vida depende da perspectiva que você a vê.

Quanto mais se busca respostas ou explicações fora de si mesmo, mais a mente fica confusa com tantas informações. Parece que nós tentamos nos encaixar com aquilo que vimos, escutamos, lemos.

Negar ou recusar algo que nos aconteceu é simplesmente rejeitar aprendizados e experiências. Por mais que achamos que algo não aconteceu como "deveria ser", há sempre algo bom e positivo.

Quanto mais nós tentamos nos libertar de certas situações passadas, ou mesmo presentes, mais elas nos rodeiam. Quanto mais damos ênfase a algo negativo aos nossos olhos e pensamentos, mais aquilo fica grudado em nossas vidas.

Mesmo que tenhamos passado por momentos difíceis para nossas emoções, sentimentos e pensamentos, nada, nada mesmo é tão ruim.


Ninguém é tão ruim quando há amor.

Mas muitas pessoas não sabem o que é isso. Quando amamos, seja nossos filhos, pais, amigos, situações, as coisas parecem não ter tanta importância assim em relação ao problema que achamos ter.

Além disso, tentar seriamente encontrar respostas externamente fará com que a situação fique ainda mais nebulosa e complicada.

O passado já foi. O minuto passado já acabou. Mas, tenha certeza que aquela ação, sentimento, emoção, olhar, suspiro, risada, surpresa valeu a pena. Ficará guardado sempre na memória. Então, guarde-os da melhor forma possível.

A vida é sua. A perspectiva da sua visão em relação a ela depende exclusivamente de você. Sinta-se bem com a vida. E pare de se lamentar ou vitimizar. Se você viveu tanta coisa até hoje, aproveite tudo isso e sinta-se positivo.


Thursday, February 13, 2014

Thousand Suns

Abra a mente. Feche os olhos. Escute com amor.

Open your mind. Close your eyes. Listen with love. 

"May the Light of a thousand suns shine through,
Live the life of Grace that you were meant to...

Wahe Guru

Carry the Light of God’s love into this world,
Be the open heart the earth longs for...


Can you feel it..... in your heart........can you feel it?
Open your heart..............can you feel it?"


Waheguru (Punjabi: ਵਾਹਿਗੁਰੂ, Vāhigurū) is a term most often used in Sikhism to refer to God, the Supreme Being or the creator of all. It means "Wonderful Teacher" in the Punjabi language, but in this case is used to refer to God. Wahi means "wonderful" (a Middle Persian borrowing) and "Guru" (Sanskrit: गुरु) is a term denoting "teacher". Waheguru is also described by some as an experience of ecstasy which is beyond all descriptions.
(fonte: Wikipedia)




Saturday, January 4, 2014

A origem do ego

Não há ego distante do pensamento. A identificação dos pensamentos é o ego.

 Mas o que é o ego? Ego é a inferioridade, a superioridade, o negativismo, a vaidade, o orgulho, a possessão, o sucesso, a falha.

Os pensamentos que passam pela cabeça estão conectados com a mente coletiva de onde você vive. Muitas vezes não são pensamentos seus, mas as pessoas coletam muitos deles.

As pessoas acreditam em todo pensamento que chega e deduzem o seu senso de quem você é do que você é. As opiniões tanto internas como externas da mente.

Muitas vezes as pessoas pegaram estes pensamentos no passado, na infância ou em algum momento do passado, e isso fica passando pela mente, que acaba identificando estes pensamentos com a sua realidade.

Para se tornar livre do ego, tem que se tornar livre da identificação do pensamento. Este é o fim do ego.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como nós somos."

Palavras de Eckhart Tolle