Pages

Thursday, February 13, 2014

Thousand Suns

Abra a mente. Feche os olhos. Escute com amor.

Open your mind. Close your eyes. Listen with love. 

"May the Light of a thousand suns shine through,
Live the life of Grace that you were meant to...

Wahe Guru

Carry the Light of God’s love into this world,
Be the open heart the earth longs for...


Can you feel it..... in your heart........can you feel it?
Open your heart..............can you feel it?"


Waheguru (Punjabi: ਵਾਹਿਗੁਰੂ, Vāhigurū) is a term most often used in Sikhism to refer to God, the Supreme Being or the creator of all. It means "Wonderful Teacher" in the Punjabi language, but in this case is used to refer to God. Wahi means "wonderful" (a Middle Persian borrowing) and "Guru" (Sanskrit: गुरु) is a term denoting "teacher". Waheguru is also described by some as an experience of ecstasy which is beyond all descriptions.
(fonte: Wikipedia)




Saturday, January 4, 2014

A origem do ego

Não há ego distante do pensamento. A identificação dos pensamentos é o ego.

 Mas o que é o ego? Ego é a inferioridade, a superioridade, o negativismo, a vaidade, o orgulho, a possessão, o sucesso, a falha.

Os pensamentos que passam pela cabeça estão conectados com a mente coletiva de onde você vive. Muitas vezes não são pensamentos seus, mas as pessoas coletam muitos deles.

As pessoas acreditam em todo pensamento que chega e deduzem o seu senso de quem você é do que você é. As opiniões tanto internas como externas da mente.

Muitas vezes as pessoas pegaram estes pensamentos no passado, na infância ou em algum momento do passado, e isso fica passando pela mente, que acaba identificando estes pensamentos com a sua realidade.

Para se tornar livre do ego, tem que se tornar livre da identificação do pensamento. Este é o fim do ego.

"Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como nós somos."

Palavras de Eckhart Tolle



Wednesday, November 27, 2013

Changes

Se você está aqui pela primeira vez, espero que aproveite. Se você tem visto este blog com frequência, fiz algumas alterações nele.

Por que isso?

Bom, eu sou uma pessoa que prezo pela privacidade. Não exponho minha vida na internet. Quem tem acesso às redes sociais que eu participo pode dizer que realmente não falo muito sobre minha vida. Acho que não diz respeito a ninguém o que acontece dentro da minha família.

E aqui no blog sempre pensei da mesma forma. Em algumas postagens antigas coloquei fotos dos meus filhos e também minha e de minha mãe. Mas eu achei que era demais isso. Escrevo este blog com o que penso, ou com o que faço de artesanato por exemplo.

Este mundo está podre. Pessoas têm usado imagens de outras para se promoverem e tirarem vantagem. Fiquei até com medo disso. Por isso resolvi tirar as imagens pessoais do blog.

Além disso, quem aparecia por aqui só para ver alguma foto da minha família não terá mais esta "oportunidade". Quem realmente vale a pena na minha vida e tem significado para mim terá este contato comigo de outra forma. Mas não por aqui.

Então, para terminar, quero dizer que minha vida tem acontecido muitas mudanças. Algumas físicas, outras emocionais e mentais. Não sou dona da razão, muito menos conto vantagem do que faço ou penso. Não busco respostas para a vida externamente. Posso aprender e analisar o que recebo de informações de outros meios, mas não vivo em função disso.

E estas mudanças incluem pessoas, sentimentos, emoções, pensamentos, lugares, energias. Se algo não é bom para mim, simplesmente me despeço daquilo. E não fico contando vantagem por aí do que fiz. Simplesmente faço, sem esperar que outro venha me falar se fiz certo ou errado, me julgar, ou  esperar reconhecimento para o meu ego pelo meu ato. Não preciso disso para viver. Vivo para mim, não para os outros.


Saturday, November 23, 2013